Inicialmente o alinhador de polia é extremamente necessário, pois após o rolamento ter sido montado em uma aplicação, tal como um motor conectado a uma bomba, a aplicação deve ser alinhada.  Dessa maneira, se não ocorre o alinhamento, o rolamento sofra carga adicional, atrito e vibração. Esses fatores, podem acelerar a fadiga e reduzir a vida útil da polia. Como também afetar outros componentes da máquina. Além disso, o aumento da vibração e do atrito pode aumentar significativamente o consumo de energia e o risco de falhas prematuras.

Em suma, o alinhador de polia faz com quem as polias se alinhem utilizando os canais como referência. Por conseguinte, tensiona as cordas com os valores indicados pelo fabricante. Desta forma,  evita-se quebras e desgastes prematuros na transmissão de potência.

Quais os impactos de não usar o alinhador de polia.

O desalinhamento não apenas é destrutivo para o equipamento, como também é custoso em temos de consumo de energia elétrica.
Só para exemplificar, não é incomum encontrar uma diferença de 3 a 4 amperes entre a potência despendida para acionar um equipamento corretamente alinhado e um desalinhado.
Todos os tipos de alinhamentos realizados na maquinas são necessários, indiscutivelmente. As ferramentas para o alinhamento das polias simplifica o processo e ainda facilita o ajuste simultâneo de tensão e de alinhamento. Sem dúvida, graças ao alinhamento, as ranhuras da polia de correia em V são alinhadas, permitindo que o posicionamento das polias fique correto.
Em outras palavras, o consumo que um maquina desalinhada tem, é bem superior a uma máquina alinhada.

Saiba mais sobre alinhador de polia.

Entre em contato pelos telefones: 11 2207-8850, 47 3305-0160 ou  31 3471-7301 ou  clique aqui  e entre em contato por e-mail. Contamos com uma equipe especializada que poderá tirar todas as suas dúvidas. Se gostou destas informações nos acompanhe pelo Facebook.

Agende uma visita